Publicidade Online: as melhores formas de ser visto na Internet

"Quem não é visto, não é lembrado", já dizia o ditado. E com uma concorrência cada vez maior dentro das redes sociais (dados apontam que 96,2% das empresas estão em alguma mídia social), as marcas precisam ser vistas, conhecidas e lembradas.

É aí que entra a publicidade digital, que está cada vez mais acessível a todas as empresas e permite chegar ao público-alvo da marca de forma rápida, simples e eficaz.

Em 2017, segundo o Relatório de Receita de Publicidade na Internet, realizado pela consultoria PwC, os gastos com publicidade online foram de R$ 312 bilhões. Os anúncios digitais ultrapassaram, pela 1ª vez, o das transmissões de TV a cabo.

Investir em anúncios online na estratégia de marketing digital é uma das formas mais eficientes de aumentar os resultados e fortalecer o vínculo com os clientes, intensificando a interação. Já que com um anúncio é possível aumentar o número de pessoas alcançadas pela empresa.

4 Vantagens dos anúncios digitais

. É mais barata que a mídia tradicional - seja uma empresa grande ou pequena, os anúncios digitais são ideais para qualquer tipo de negócio, já que são capazes de se adaptarem a qualquer orçamento.

. Você pode alcançar muitas pessoas em qualquer lugar do mundo - com os anúncios na internet é possível oferecer seus produtos para pessoas do mundo inteiro.

. Segmentação - outra grande vantagem da publicidade digital - e talvez a maior delas - é o grande poder de segmentação do público, o que permite obter melhores resultados. Você consegue alcançar diretamente seu público-alvo.

. Mensuração de campanhas e análise de métricas - a publicidade online oferece a possibilidade de medir, em tempo real, o resultado de cada anúncio, e saber, por exemplo: quantos cliques foram feitos, quantas compras ele gerou e de onde os usuários vieram. Isso permite que você saiba exatamente o que funciona e o que precisa ser melhorado.

No entanto, para conseguir tudo isso, é necessário elaborar estratégias e entender qual tipo de anúncio é o melhor para cada empresa. Vamos falar sobre os principais:

Os formatos de publicidade online

Facebook Ads

O Facebook é a maior rede social do mundo. Resultados do terceiro trimestre de 2018 divulgados pela própria empresa mostram que o Facebook tem 2,3 bilhões de usuários por mês, sendo 1,5 bilhão por dia. É a rede social mais popular do mundo e investir nela significa ampliar o relacionamento com clientes e possíveis clientes, além de impactar um grande número de pessoas.

O seu serviço de anúncios é o Facebook Ads, que permite às empresas anunciarem na plataforma. Além da alta visibilidade, o grande diferencial está na segmentação muito precisa. Ao se cadastrar, o usuário precisa preencher seu perfil com diversas informações, e ainda pode curtir inúmeras páginas de seu interesse. Com base nesses dados, podemos alcançar, por exemplo, apenas o público masculino, com idade entre 18 e 30 anos, que curte futebol americano.

Outra vantagem do Facebook Ads são as audiências customizadas. Com elas, é possível trabalhar com um segmento de usuários determinado e delimitado por você. Podem ser seus clientes ativos, leads ou várias outras opções que venham dos seus contatos. Dá para fazer com o upload de uma lista de emails ou telefones ou com a instalação de um cookie do Facebook e selecionar aqueles que visitaram seu site.

Para criação dos anúncios, o negócio precisa ter uma página e, assim, ter acesso ao Gerenciador de Anúncios. Ele dá acesso também a outros aplicativos da empresa Facebook, como o Instagram e o Messenger. Ali, você pode definir:

. Objetivo do anúncio

. Público

. Posicionamento e onde os anúncios devem aparecer

. Orçamento

. Formato de exibição

. CTAs (call-to-action, ou chamadas para ação) para serem inseridos no anúncio.

A ferramenta ainda oferece uma análise completa dos resultados.

Instagram Ads

O Instagram é uma das redes sociais que mais cresce no momento. Em 2018, ele alcançou a marca de 1 bilhão de usuários ativos por mês. Anunciar no Instagram é ideal para as empresas que têm produtos ou serviços com apelo visual, mas isso não é algo fechado. Pode-se trabalhar com imagens de forma criativa, combinando-as com textos certeiros. Criar anúncios nessa plataforma traz visibilidade, atração e reconhecimento da empresa.

Os anúncios no Instagram podem ser criados diretamente no Gerenciador de Anúncios do Facebook, e depois direcioná-los — através da própria plataforma — para o Instagram. Essa integração, aliás, proporciona mais poder de segmentação, com as informações combinadas das duas redes sociais.

Os tipos de anúncios disponíveis são: stories, foto, vídeo, carrossel e coleção de produtos.

Twitter Ads

O Twitter é a rede social dos 140 caracteres - ou melhor, dos 280 caracteres. Bastante acessada por meio de dispositivos móveis, o Twitter é bastante usado pelo mundo afora. Toda notícia ou situação é discutida por lá, o que tornou essa mídia peça-chave para as marcas puxarem assunto com os seguidores.

Essa rede virou uma segunda tela para muitos programas de televisão. A pegada instantânea também facilita as conversas, o que é mais um atrativo para os anunciantes. Um grande exemplo do uso da segunda tela é o case do Masterchef Brasil. Em 2015, a final foi o episódio mais tweetado da história do reality, com mais de 1,8 milhão de tweets. Com o vencedor sendo anunciado primeiro pela plataforma, a estratégia rendeu 57 mil novos seguidores em menos de um minuto para o perfil do programa.

Os anunciantes do reality, como Cacau Show, Tim, Tam Airlines e Cif atuaram intensamente no microblog. Isso porque o Twitter tem segmentações de anúncios para quem está assistindo uma novela naquele momento ou, nesse caso, um programa gastronômico. Um anúncio inteligente pode inserir a sua empresa nessa conversa.

Os anúncios são feitos numa plataforma própria e completa para edição e análise, o Twitter Ads.

LinkedIn Ads

O LinkedIn é a maior rede social voltada para assuntos profissionais do mundo, e vai muito mais além de cadastrar um currículo e procurar vaga. As empresas podem ter uma Company Page na plataforma, e através dela, divulgar os seus serviços e interagir com possíveis clientes e parceiros.

Essa rede social é ideal para empresas B2B (business to business) que trabalham com um público de negócios e cargos de decisão. E essa é uma das grandes vantagens dos anúncios no LinkedIn Ads. Apesar de valores um pouco mais caros quando comparados com outras plataformas, você fala com tomadores de decisão do seu mercado.

Como o LinkedIn tem acesso a informações como cargo, empresa (tamanho, segmento etc.), experiência na função, escolaridade e muitos outros dados, a segmentação dessa ferramenta é muito poderosa. O que permite segmentar bem e encontrar perfis muito qualificados que dificilmente seriam encontrados com essa precisão em outros canais.

As opções de anúncios também são bem variadas, indo desde um pequeno anúncio de texto na coluna lateral até um InMail direto – tipo o inbox do Facebook ou o direct do Instagram. Como as pessoas já estão ali em busca de novidades de negócios, os anúncios parecem menos intrusivos na experiência de uso.

Native Ads

Os anúncios nativos são aqueles que aparecem dentro de sites de notícias e conteúdo, como se fossem artigos relacionado. A ideia é que se alguém está lendo sobre casamento e ver outra matéria que possa despertar seu interesse, esse leitor provavelmente clicará para saber mais. Essa é uma forma de divulgar seus produtos, serviços ou conteúdo sem interromper os usuários em suas atividades.

As principais plataformas do mercado para esses anúncios são Taboola e Outbrain. Eles têm no inventário de parceiros de publicação (publishers) portais como Exame, MSN, Time, CNN, ESPN, entre outros. Eles recomendam links para seu conteúdo ao lado ou abaixo dos posts que aparecem nesses sites de notícias, a fim de conduzir os leitores para o seu site.

Em outras palavras, essas plataformas de anúncios nativos (artigos patrocinados) ajudam sua audiência a descobrir um novo conteúdo que eles não estavam procurando.

Google Ads

Se pensamos em publicidade online, automaticamente vem o Google na nossa cabeça. Os links patrocinados são uma das principais ferramentas para se alcançar sucesso online e gerar receita para uma empresa. E a principal plataforma para isso é o Google Ads (antigo Adwords).

Afinal, quem não quer aparecer na primeira página dos resultados do Google, não é mesmo? Esses anúncios colocam sua empresa em uma posição de destaque nos resultados das buscas que talvez você não alcançasse com uma ação orgânica.

Os links patrocinados são os conteúdos em destaque na parte superior - ou na inferior - do seu resultado de pesquisas quando você procura por alguma palavra-chave no mecanismo de busca do Google.

Além de oferecer anúncios em momentos de alto interesse das pessoas, o Google Ads permite a utilização de diferentes formas de segmentação, como: palavras-chave, tópicos e canais, público-alvo, local de exibição dos anúncios, idade, local e idioma, dispositivos e programação dos anúncios.

Os anúncios podem ser exibidos na Rede de Pesquisa, na Rede de Display, no Youtube ou no Google Shopping. Vamos falar rapidamente sobre cada um deles a seguir:

Rede de Pesquisa

Criar anúncios para a Rede de Pesquisa significa exibir anúncios nas páginas de resultado de busca e em sites parceiros e aplicativos do Google (como o Google Play), relacionados às palavras-chave usadas nessa busca.

Os sites parceiros vão desde grandes portais como UOL e Terra, além de sites menores que contam com mecanismos de busca internos e fazem parte da rede de afiliados do Google, o Google AdSense.

A principal vantagem da Rede de Pesquisa é que os anúncios são exibidos para pessoas interessadas, ou seja, que estão pesquisando exatamente por informações sobre determinado serviço ou produto, o que aumenta as suas chances de receber um clique.

Rede de Display

Com certeza você já se deparou com anúncios da Rede de Display enquanto navegava por sites e blogs. Fazem parte dessa rede aqueles anúncios exibidos em formato de imagem (banners), impressos em páginas diversas.

A Rede de Display é composta por sites de diversos segmentos — como globo.com e accuweather.com — e também sites específicos do Google, como, Gmail, Blogger e YouTube. A rede inclui também sites e aplicativos para dispositivos móveis.

A Rede de Display é uma ótima opção para quem deseja aumentar o tráfego da página e aumentar o reconhecimento da marca. Ações de remarketing também se beneficiam bastante dessa estratégia.

Uma das vantagens da Rede de Display é a possibilidade de selecionar, de forma detalhada, os assuntos da página ou sites em que os anúncios serão exibidos e para qual público-alvo.

O anunciante consegue alcançar usuários com vários interesses e momentos diferentes no ciclo de compra, exibindo anúncios com diversos formatos: texto, gráfico, em vídeo ou rich media.

Google Shopping

Se você possui um e-commerce, o Google Shopping é uma rede que oferece boas vantagens e que proporciona ótimos resultados para lojas online.

Com os anúncios de Google Shopping, é possível criar campanhas para promover os produtos do e-commerce, intensificar o tráfego para o site e até mesmo para lojas física, além de gerar leads mais qualificados.

Para anunciar no Google Shopping é necessário enviar os dados dos produtos (imagem, preço, descrição, entre outros) para o Google Merchant Center. Ao criar uma campanha no Google Ads, será utilizada as informações do feed de produtos do Google Merchant Center para determinar como e onde os seus anúncios serão exibidos.

Os anúncios não utilizam palavras-chave na segmentação, e sim as informações do feed, que o Google vai relacionar com o que as pessoas estão buscando. Por isso a importância das informações estarem corretas! Os anúncios são criados dinamicamente pela plataforma, e são exibidos na Rede de Pesquisa e na Rede de Display, onde todos os clientes em potencial poderão ver os produtos.

Os anúncios do Google Shopping exibem, além da foto do produto, título, preço, nome da loja e outras informações relevantes. Esse tipo de informação dá às pessoas uma boa noção sobre o produto vendido antes de clicarem no anúncio. O resultado disso são cliques mais direcionados e leads mais qualificados, afinal eles já têm informações suficientes para avaliar se realmente tem interesse ou não pelo produto.

YouTube Ads

Todos os meses, 1,9 bilhão de usuário acessam o YouTube, o que equivale a 1/3 de todas as pessoas conectadas à internet. Diariamente, as pessoas assistem mais de um bilhão de horas de vídeo. São pessoas que buscam entretenimento, informações, dicas e soluções para problemas. Assim, o YouTube se tornou o segundo maior buscador online, perdendo apenas para o próprio Google.

E, justamente por esses números, o YouTube não ficaria de fora da Rede de Display do Google Ads. É possível exibir diversos formatos de anúncios dentro do YouTube. Também dá para decidir onde e quando um anúncio em vídeo será exibido e determinar uma audiência, formada por clientes em potencial.

O YouTube suporta diversos formatos de anúncio, como os gráficos, em vídeo, rich media e outros. Além disso, oferece diversas opções de segmentação, e os anunciantes não precisam de inventário de vídeo para anunciar no canal.

---

Nós já falamos sobre a importância do blog, que investir em email mkt é essencial, e que ter uma presença em redes sociais é indispensável. Mas tudo isso precisa ser trabalho com uma estratégia de marketing digital para alcançar os melhores resultados.

Fale com a gente: bclan@bclancomunicacao.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square