O que é SEO e qual a sua importância?

Quantas vezes você faz pesquisas no Google por dia? E nas suas buscas, você vai além da página 1? É muito difícil, né? Mas saiba que você não está sozinho: 90% das pessoas que fazem pesquisas no Google clicam apenas em resultados que aparecem na primeira página do mecanismo. Com essa informação, você entenderá porque SEO é tão importante.

SEO significa Search Engine Optimization ou, simplesmente, Otimização de Sites. É um conjunto de técnicas de otimização para sites que visam alcançar um bom rankeamento nos mecanismos de busca. Dessa forma, o principal objetivo do SEO é aumentar o volume do tráfego orgânico e garantir mais visibilidade para as páginas na web. Mais de 90% das experiências online começam com uma pesquisa, por isso é importante ter o seu site no topo da página dos resultados dos motores de busca.

Sem tráfego fica muito mais difícil gerar leads e, consequentemente, vendas. Segundo pesquisa da Custora, o SEO é o principal responsável pelas vendas em sites de e-commerce, com 26% da receita gerada. O e-mail marketing representa 16% do volume da receita, enquanto os links patrocinados (anúncios) representam só 15%.

Como funciona os mecanismos de busca?

Os motores de busca mostram os resultados de duas maneiras: resultados orgânicos (gratuitos) e resultados pagos.

Os resultados pagos aparecem no topo da página – e muitas vezes também no final -, sempre sinalizados como “Ad” ou “anúncio”. As empresas pagam para estarem nesses espaços, através do Google Adwords.

Logo abaixo, encontram-se os resultados orgânicos. Esses sites que estão nas primeiras posições são definidos pelos robôs do Google, de acordo com a relevância e autoridade que apresentam.

Os robôs do Google são como rastreadores. Ou seja, todo o conteúdo de sites e blogs da internet é rastreado e considerado, retornando como resultado de uma pesquisa feita pelo usuário.

Todo conteúdo é bem segmentado para oferecer os melhores resultados para as pesquisas realizadas pelos usuários a respeito de um termo específico.

Elementos fundamentais do SEO

No momento da busca, o Google considera dois fatores: o conteúdo on-page e o off-page. Mas o que seria cada um deles? O conteúdo on-page é tudo aquilo que está dentro do seu site, como títulos das páginas, URL e heading tags (intertítulos). Já o conteúdo off-page refere-se à parte externa, como o link building, ou seja, links que direcionam para o seu site e também tem grande importância para o Google.

Fatores On-page

Vamos primeiro aos fatores on-page que são essenciais para que os mecanismos de busca percebam que seu conteúdo está relacionado aos termos buscados pelos usuários e coloque seu site nas primeiras posições.

Palavras-chave e títulos

A palavra-chave é elemento obrigatório no título. Por isso, coloque nos títulos dos seus textos e páginas as palavras-chave referentes ao assunto abordado. Quanto mais o título se aproximar das palavras que são buscadas, maiores são as chances de ter o conteúdo de seu site bem rankeado.

Também é importante trabalhar a title tag (título da sua página em HTML) com a palavra-chave, pois o Google também atribui grande importância a este item.

Qualidade do conteúdo

As palavras chaves também devem aparecer ao longo do texto, de forma natural e que faça sentido. Encher de palavra-chave não é ideal. Isso pode até ajudar o SEO, mas não atrairá o usuário. É preciso agradar os dois públicos: usuário e os mecanismos de busca.

Faça um conteúdo que seja relevante para o seu público. Assim, você aumentará o tempo de permanência do usuário em seu site, o que também é levado em consideração pelos motores de busca na hora de rankear as páginas.

E, principalmente, trabalhe com conteúdo exclusivo – nada de cópias! Se o conteúdo do site for copiado de outro, você poderá receber punições do Google e não terá um bom rankeamento.

Tamanho do conteúdo

Em uma pesquisa feita pela Search IQ, a média de tamanho dos conteúdos que figuram nas primeiras posições era de cerca de 2.500 palavras. Isto acontece porque o Google procura os conteúdos mais completos, que esclareçam as dúvidas dos leitores.

Mas tudo depende de como seu público reage ao tamanho dos seus conteúdos e se o mesmo responde tudo que o usuário estava procurando.

Preste atenção também ao tamanho dos títulos. Eles não devem ultrapassar mais que 70 caracteres. Caso isso ocorra, ele não aparecerá completo nos mecanismos de busca. O mesmo vale para os resumos – aqueles textos que aparecem embaixo dos títulos na hora da busca. Eles devem ter cerca de 155 caracteres.

Otimização de imagens

O Google não enxerga imagens da mesma forma que o usuário. Ele não vê a imagem e por isso precisa de elementos textuais que o façam entender do que se trata aquela imagem e apresentá-la como resultado em alguma busca. Dessa forma, é importante nomeá-las com as palavras-chave para ter bons resultados na rede de pesquisa.

Usabilidade e tempo de carregamento do site

No momento de definir o posicionamento, o Google prioriza os sites mobile friendly. Assim, é essencial que os sites sejam responsivos, isto é, aqueles que se adaptam a diversos tipos de dispositivos mobile.

Além disso, o Google leva isso em consideração o tempo de carregamento. Páginas que demoram a carregar tendem a ter um tempo de permanência na página muito pequeno. A velocidade de carregamento tem muito valor para o rankeamento. Quase 50% dos usuários esperam que um site demore menos do que dois segundos para carregar.

URLs amigáveis

O Google também identifica o uso das palavras-chave no endereço da sua página. Quando você utiliza URLs que têm relação ao conteúdo das páginas e que são de fáceis compreensão, em vez de deixá-las cheias de códigos, os robôs de buscas associam o tema ao conteúdo que foi buscado.

Linkagem interna

Ao criar posts que abordem assuntos que já tiveram destaque em algum outro post, você pode e deve linkar o conteúdo. Faça sempre linkagem de boa qualidade, relacionando conteúdos que realmente tenham relevância. Quanto mais links internos um conteúdo específico receber, maior será a relevância que o Google interpretará que você dá para aquela página.

Jamais esconda links para que o visitante clique sem perceber, ou será penalizado pelo Google.

Fatores Off-page

Os fatores off-page são aqueles externos ao seu site e que também são bastante valorizados pelos mecanismos de busca.

Link Building

O Link Building é o que garantirá a autoridade do seu site, fator de grande importância para o Google. Eles são os links de outros sites que direcionam para o seu. Ou seja, todo site que linka para você está te indicando como um bom conteúdo. Quanto maior a quantidade de sites apontando para o seu, mais autoridade você tem em relação aquele assunto e melhor seu rankeamento nos mecanismos de busca.

Quanto maior a relevância do link que te apontou, melhor será. Mesmo assim, receber links de domínios com relevância inferior à sua ainda é bastante positivo.

Autoridade

O Link Building é o fator que dá mais autoridade a um site. Mas outros elementos também influenciam, como o tempo que o domínio está ativo e a quantidade de conteúdos que o domínio posta.

Localidade

O Google tende a apresentar resultados de acordo com a sua localidade. Ele identifica onde você está e procura trazer os resultados mais acessíveis.

Social

O engajamento, menções e compartilhamentos da sua marca nas redes sociais influenciam muito positivamente para o seu rankeamento. Os mecanismos de buscas percebem que seu conteúdo agrada os usuários e por isso ele será melhor posicionado.

Mas o volume de menções à sua marca também é muito importante fora da internet. Quanto mais as pessoas falam de você, seja online ou off-line, mais credibilidade você tem, o que certamente aumentará a taxa de cliques dos seus resultados orgânicos.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square