Marketing Médico: por que fazer e o que se deve respeitar?


O bom e velho boca a boca até que funciona bem. Os catálogos dos planos de saúde que disponibilizam o contato dos médicos conveniados também garantem um bom número de consultas. Será então que vale a pena investir em marketing?

O marketing médico não serve apenas para atrair pacientes, mas também para fidelizá-los e ajudá-los com informações importantes sobre saúde, além de posicionar o profissional como autoridade em sua especialidade.

Ele é benéfico também para o próprio paciente, que passa a usufruir de conteúdos úteis sobre saúde e de um contato mais estreito e facilitado com seu médico.

Estratégias e ferramentas do marketing médico

Em toda estratégia de marketing é preciso seguir alguns passos básicos, fundamentais para o sucesso, tais como: ter bem estruturado o seu objetivo e saber quais ferramentas usar.

Como dissemos acima, o marketing médico pode trazer diversos benefícios, como:

  • Conquistar pacientes;

  • Fidelizar os pacientes atuais;

  • Se tornar autoridade em sua especialidade médica;

  • Educar as pessoas sobre a importância de certas atividades ou perigos de alguma doença específica;

  • Esclarecer dúvidas relacionadas à saúde.

O marketing — e falamos aqui exclusivamente do digital — conta com várias plataformas que dão bastante retorno, quando bem utilizadas. Vamos falar de algumas delas e como elas podem ajudar nas estratégias do marketing médico.

Criação de sites

Atualmente, é imprescindível ter um site. É assim que seus pacientes irão te localizar, entender mais sobre os seus serviços e, eventualmente, agendar uma consulta. Mas não basta ter um site e não ser achado nas pesquisas. Por isso, utiliza-se a técnica de SEO (Search Engine Optimization), que visa posicionar o site nas primeiras posições do Google.

O site também precisa ter um design responsivo, ou seja, preparado para ser acessado por dispositivos móveis. Ele requer funcionalidade e uma boa identidade visual, que transmita confiança e agrada o público.

Uma boa opção é investir em sites com agendamentos online ou informação de datas disponíveis para marcação de consultas.

Identidade Visual

“Uma imagem vale mais que mil palavras”. Nesse caso, essa frase faz total sentido. Uma identidade visual bem clara e esteticamente agradável é importante para que o público reconheça facilmente que se trata do seu consultório.

Essa identidade precisa estar presente em tudo o que estiver relacionado ao seu trabalho, como cartão de visita, receituário, site e redes sociais, respeitando uma uniformidade e coerência visual.

MKT de Conteúdo

Através de um conteúdo diferenciado para o seu público-alvo, você consegue atrair pessoas, ajuda-las com informações relevantes, gerar leads – contatos e informações de pessoas que se tornam oportunidades – converter pacientes e fidelizá-los.

>>>>> Nós explicamos tudo sobre Marketing de Conteúdo nesse post!

Blog

Tenha um blog atualizado onde seu público poderá acessar conteúdos informativos e relevantes dentro do seu site. Através dele, pessoas que buscam por respostas para suas dúvidas em sites de busca, como no Google, chegam até o seu blog de forma orgânica – ou seja, sem que você tenha que pagar por isso.

Google Adwords

Ao mesmo tempo em que o conteúdo relevante produzido no seu blog e divulgado em outras mídias gera mais visitas para a sua página, há também a possibilidade de se investir em anúncios para aumentar a sua visibilidade. Assim, seu anúncio é exibido para pessoas que buscam o termo que você está anunciando - por exemplo “Dermatologista em Copacabana”.

Email MKT

O e-mail marketing é uma ótima ferramenta para estabelecer e nutrir um relacionamento próximo com seus pacientes atuais e potenciais. Nós falamos mais sobre o email mkt nesse post.

Por meio de um email informativo, você pode divulgar seu trabalho, manter o contato com seus pacientes e fidelizar o seu público, ajudando-o de forma personalizada, com informações de acordo com os interesses dele.

Redes Sociais

É importante que profissionais e clínicas estejam ativos nas redes sociais. Não só por elas serem uma fonte de pesquisa, mas também por estreitar relacionamentos.

Através delas, o paciente pode acompanhar novidades e receber conteúdo relevante, o que gera proximidade com o médico ou com o consultório. As redes sociais são um ótimo canal de divulgação dos textos publicados no blog, além de ações que acontecem na clínica.

O Whatsapp, apesar de não ser exatamente uma rede social, é uma excelente ferramenta de comunicação, oferecendo atendimento personalizado aos pacientes.

Os médicos e os consultórios podem fazer uso das mídias sociais e do Whatsapp, sempre de acordo com a legislação médica, que abordaremos a seguir.

Mkt médico ético

O marketing médico é regulado pelo Conselho Federal de Medicina, e algumas ações não devem ser praticadas. Nós vamos citar algumas:

Anunciar uma especialidade que não possui

Pode parecer óbvio: é absolutamente proibido anunciar uma especialidade que você não possui para tratar dos pacientes.

Nome envolvido em propaganda enganosa

O conceito de propaganda enganosa é bastante amplo, assim é preciso tomar cuidado extra sobre a que tipo de marcas e produtos você vai associar o seu nome e a imagem do seu consultório.

Anunciar superioridade

Você tem no seu consultório aparelhos de alta qualidade e quer usar isso como diferencial? Saiba que isso é proibido pelo CFM. Nunca se intitule “o melhor” ou “o único que possui”.

O que se pode fazer é falar sobre a importância desses equipamentos em diagnósticos e tratamentos, através de conteúdo relevante, como os posts no blog.

Exibir fotos de pacientes

Seja selfies, comparativos de “antes e depois”, e até mesmo que os pacientes tenham permitido a divulgação, exibir e postar fotos dos pacientes vai contra o regulamento do mkt médico pelo CFM.

Os pacientes não devem ser expostos para promover um profissional, outros meios podem ser usados para isso, como depoimentos.

Nunca garanta resultado

Mesmo com todos os fundamentos científico de tal tratamento, nunca garanta ao paciente que determinado resultado será alcançado. Você pode garantir comprometimento e que fará de tudo para ajudá-lo.

Não utilize imagens de celebridades

Todo mundo deve saber, mas não custa reforçar: jamais utilize a imagem de celebridades para divulgar um serviço médico como se aquela pessoa tivesse aprovado e fizesse uso dele.

Consultar, diagnosticar ou prescrever à distância

As redes sociais servem como canais de comunicação e aproximação com pacientes e outros interessados, mas não se pode utilizá-las para realizar diagnósticos ou consultas.

Nada substitui a interação pessoal com o paciente, em um ambiente adequado e com os aparelhos corretos para exames mais detalhados.

Para uma lista completa das restrições e regras quanto ao marketing médico, acesse o manual de publicidade médica.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square